• PastoralCarcerariaCE

Diário do NE: Elizabeth Chagas toma posse na Defensoria Pública e anuncia concurso


Foto: Defensoria Pública do Estado do Ceará

Por Felipe Azevedo, em 14 dez 2021.

Para ler o original, clique aqui.


Defensora geral do Ceará foi reconduzida ao cargo após eleição interna e permanecerá na função por mais dois anos

Tomou posse nesta terça-feira (14), após ser reconduzida ao cargo através de eleição interna, a Defensora Geral do Estado Elizabeth Chagas, que estará à frente do órgão estadual pelos próximos dois anos. A cerimônia teve discursos marcados pela defesa da democracia no País e anúncio de concurso público para reestruturar a instituição.


A expectativa é de que um concurso seja realizado no ano que vem para aumentar a estrutura da Defensoria. De acordo com Elizabeth Chagas, a ideia é ampliar a atuação no interior do Estado. O certame ainda não tem data para acontecer e está na fase de elaboração do edital após contratação da Fundação Carlos Chagas.


"Foi feita uma pesquisa do Ipea em 2013, eram 746 defensores analisados como ideais aqui no Estado do Ceará, hoje a gente tem 345. Ainda bastante insuficiente para o que a gente precisa, para o que a população precisa", enfatizou a Defensora Geral.


A Defensoria Geral do Ceará realizou em 2021 mais de um milhão de atendimentos, de forma virtual e presencial. Um dos desafios dos últimos meses, de acordo com Chagas, foi utilizar da tecnologia para continuar atendendo a população, mesmo em meio à pandemia de Covid-19.


"Aumentamos os plantões de final de semana em 19 cidades, atingimos esse ano mais de um milhão de atendimentos. Mas nada é igual ao olho no olho, a você estar junto com a população que precisa. A gente espera que o virtual seja uma opção do assistido", completou ainda.


CERIMÔNIA

Essa foi a primeira cerimônia de posse de Elizabeth Chagas na recondução ao cargo. Nesta quarta (15), um novo momento ocorrerá, dessa vez no município do Crato, região do Cariri, em um evento organizado por movimentos sociais.


O momento de assinatura da posse na Capital foi prestigiado por autoridades de Justiça no Ceará e também pelo governador Camilo Santana (PT).


"Fiquei muito feliz por você ter sido a vitoriosa, e mais ainda por você ser mulher [...], nós vivemos em uma sociedade plural, mas precisamos de respeito. Estamos vivendo nesse país anos de intolerância e ameaças".


O governador disse ainda sobre o que chamou de "ameaças do negacionismo", ao exaltar os resultados positivos da vacinação contra a Covid-19 no Brasil. "A grande maioria das pessoas que estão contraindo o vírus, estando vacinadas, são com sintomas leves".


Ainda sobre saúde pública, Camilo destacou que "é inadmissível que a maior autoridade desse país continue negando a pandemia, negando a vacina e a ciência", em referência ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PL).


Participaram da cerimônia ainda o Procurador Geral de Justiça Manuel Pinheiro; a deputada estadual Érika Amorim (PSD), representando a Assembleia Legislativa; a presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargadora Nailde Pinheiro, e o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Antônio Henrique (PDT).

18 visualizações0 comentário