top of page
  • Foto do escritorPastoralCarcerariaCE

O POVO: Todos os presídios do Ceará deverão ter câmeras corporais até 2 de agosto


Sede do Poder Executivo do Ceará. Foto: divulgação

Atualmente, bodycams já estão em teste em 32 unidades prisionais, conforme o Governo do Estado. O governador Elmano de Freitas (PT) revelou detalhes do uso em entrevista exclusiva ao O POVO


Por Lucas Barbosa, em 25 julho 2023.


Todas as 37 unidades prisionais do Ceará deverão ter policiais penais com câmeras corporais até o próximo dia 2 de agosto. A informação foi divulgada pelo Governo do Estado durante entrevista exclusiva concedida pelo governador Elmano de Freitas (PT) a O POVO.


Ainda conforme o Governo do Estado, atualmente, 32 das 37 unidades prisionais do Ceará já contam com a tecnologia. A orientação que foi dada, afirmou Elmano, é de que todos os policiais penais que estiverem de serviço nas unidades usem as câmeras já nesta fase de testes. Ainda segundo a gestão estadual, as cinco unidades que ainda não instalaram bodycams nos uniformes dos agentes são de menor porte.


O governador também afirmou que, além das bodycams, quer que todas as áreas das unidades prisionais sejam cobertas por câmeras. Ele ainda voltou a frisar que as imagens, feitas em tempo real, serão compartilhadas com o Poder Judiciário, com o Ministério Público Estadual e com a Controladoria-Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD).


Além disso, será discutido o acesso às imagens de “duas ou três” pessoas com “notório” compromisso com os direitos humanos, frisa o governador. Por fim, Elmano reforçou que as medidas visam garantir "transparência" ao sistema prisional e que os presídios do Estado não voltarão ao período em que as facções criminosas comandavam as unidades. 


“(Queremos) continuar e reforçar o trabalho de ressocialização dos presos”, afirmou Elmano.


“Nós reduzimos os presos do Ceará de 31 (mil) para 21 mil. O maior índice de presos estudando, aprendendo profissão é do Estado do Ceará. A menor reincidência de presos hoje no País é do Ceará. Mas nós, efetivamente, reconhecemos que servidores tiveram desvios de conduta, merecem e devem ser punidos”.


(Com informações de André Bloc)

9 visualizações0 comentário
bottom of page