• PastoralCarcerariaCE

Fortaleza será sede do V Encontro Nacional de Mães e Familiares de Vítimas do Terrorismo de Estado

Atualizado: 29 de Out de 2019


Caminhada durante IV Encontro Nacional de Mães e Familiares de Vítimas do Terrorismo de Estado realizado em Goiânia (Maio/2019). Foto: Renan Omura/Ponte Jornalismo

Atualizado dia 29 de Outubro de 2019 às 10h15.


Fortaleza receberá, em maio de 2020, a 5º edição do Encontro Nacional de Mães e Familiares de Vítimas do Terrorismo de Estado. O evento reúne desde 2016 organizações populares de várias partes do Brasil, agregadas em torno da busca por Justiça e memória de familiares assassinados pelo braço armado do Estado. No Ceará, o evento será organizado pelos movimentos Mães, Familiares e Vítimas do Curió, e Vozes de Mães e Familiares do Sistema Socioeducativo e Prisional do Ceará.


Alessandra Félix, integrante do Vozes de Mães e Familiares, explica que a escolha da capital cearense se deu por iniciativa do movimento Mães do Curió, que luta por Justiça desde chacina que ocorreu em Fortaleza no ano de 2015. "Essas mães em busca de respostas a suas demandas. Mães do Curió [bairro da periferia de Fortaleza], que até os dias de hoje lutam por justiça."


leia também: Mães na dor e na luta: as cearenses que buscam justiça pela Chacina do Curió


Outra questão que influenciou a escolha, explica a ativista, é a centralidade que a questão carcerária local vem adquirindo nacionalmente, graças inclusive ao Relatório que o Mecanismo Nacional de Combate à Tortura publicou sobre o Ceará em abril (2019). Fortaleza foi aclamada por votação durante o IV Encontro, realizado em maio deste ano, na cidade de Goiânia (GO).


Leia também:

‘Nós lutamos por vida’: o encontro de mães das vítimas mortas pelo Estado

Encontro reúne parentes de vítimas da violência de Estado


Lançamento


Na última sexta-feira (25), os dois movimentos populares lançaram Carta-convite em evento realizado no auditório da faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC). Segundo explica Alessandra, a iniciativa buscou angariar apoio e financiamento para o transporte de famílias e realização do Encontro.


"O objetivo [do lançamento da Carta] foi a gente apresentar à sociedade cearense a vinda do Evento, captar recursos e mostrar que estamos nessa missão de buscar apoio de quem puder ajudar. Mas o mais importante foi termos realizado [o lançamento] dentro da Faculdade de Direito da UFC, dentro desse nosso atual contexto político [o atual reitor da Instituição, antigo reitor da Faculdade de Direito, foi indicado pelo presidente Bolsonaro mesmo após ser o candidato com menor número de votos na Consulta Pública]", explica a militante. "Somos as vozes de histórias silenciadas pelo Estado e suas práticas."


SERVIÇO

V Encontro Nacional de Mães e Familiares de Vítimas do Terrorismo de Estado

Mais informações

CEDECA Ceará: (85) 3252 4202 | @contraoterrorismodoestado


0 visualização

Pastoral Carcerária do Ceará

Avenida Dom Manuel, 339, centro.

CEP 60.060-090. Fortaleza - Ceará

Fone: (85) 3388 8718 | pastoralcarcerariaceara@gmail.com

  • Black Facebook Icon
  • Twitter