Pastoral Carcerária do Ceará

Avenida Dom Manuel, 339, centro.

CEP 60.060-090. Fortaleza - Ceará

Fone: (85) 3388 8718 | pastoralcarcerariaceara@gmail.com

  • PastoralCarcerariaCE

Editorial: IPPOO I, para não dizer que não falei das flores


Antigo Instituto Penal Professor Olavo Oliveira, localizado na Avenida Bernardo Manuel (Fortaleza-CE), será transformado em área de lazer. Um novo espaço para novas vidas. (Foto: divulgação)


No ano de 2013 em seu mês inicial, por volta do dia oito, o Instituto Penal Olavo Oliveira I – IPPOO-I foi desativado por ação da então pasta da Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará – Sejus, atualmente denominada Secretaria da Administração Penal – SAP. À época considerada a segunda maior unidade penal do Estado, tem parte de sua história contada em jornais e livros. Santos (2017, p. 63) aponta que sua muralha, ainda hoje de pé, “era tão sombria quanto a do Instituto penal Paulo Sarasate – IPPS”; ainda podemos ver ambas ao passarmos por suas localizações (foto). Sombrias mesmo.


Leia também: IPPOO I é desativado; prédio será leiloado (O POVO, 09/01/2013)


Palco de toda ordem de mazelas e de “um estado de coisas inconstitucionais”, como a exemplo de todas as unidades penais do País ainda o são hodiernamente, vê-se agora uma vontade governamental de dar um destino digno, social e humanizado àquela estrutura com cicatrizes de desumanidade.


Conforme os planos governamentais, o terreno deverá passar por uma metamorfose. "Vamos transformar aquela área num belo espaço cultural, esportivo, de lazer, para toda a população do Itaperi (...)”, indica a fala do Governador do Estado Camilo Santana (PT), em matéria jornalística publicada por portais de notícias locais.


Por anos sucumbindo vidas, quem sabe, a partir dessa decisão deste governo, o local passe agora a “florescer vidas” na comunidade local.


Leia também: Terreno de antigo presídio IPPOO será transformado em área de lazer (G1, 10/03/2020)


Será de grande alegria e encanto comunitário ver aquela sombria muralha e espaço dos pavilhões de carceragens darem lugar a árvores, jardins, gramados, playgrounds, espaços esportivos, de cultura e lazer. Infelizmente, governador não estipulou prazo para entrega do novo equipamento.


A intervenção tornará a região, e por consequência a própria cidade de Fortaleza, local de criação de novas e boas memórias aos cidadãos, deixando a história de descaso, desumanidade e injustiças, em nome da justiça, repousarem no passado documentado, retirando-a da visão dos cidadãos.


Ainda que, ao mesmo tempo, outros planos sempre mais sombrios e insensatos continuem sendo gestados por um arcaico sistema penal brasileiro, que privilegia mais muralhas e encarceramentos como panaceia para a resolução dos problemas e conflitos sociais, é importante demarcar a importância da solução apresentada.


Esperamos que se concretize conforme os planos!


"Tempo virá.

Uma vacina preventiva de erros e violência se fará.

As prisões se transformarão em escolas e oficinas.

E os homens imunizados contra o crime, cidadãos de um novo mundo,

contarão às crianças do futuro estórias absurdas

de prisões, celas, altos muros, de um tempo superado."

(Cora Coralina)

57 visualizações
  • Black Facebook Icon
  • Twitter
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now