top of page
  • Foto do escritorPastoralCarcerariaCE

Pe. Marco Passerini: confira depoimentos sobre seus 55 anos de sacerdócio


Pe. Marco Passerini (com mão levantada) em cerimônia no santuário de Aparecida, em São Paulo, pelos 50 anos da Pastoral Carcerária nacional. Foto: divulgação
Neste dia 22 de junho de 2023 padre Marco Passerini, Assessor Eclesiástico da Pastoral Carcerária do Ceará, completa 55 anos de sacerdócio.

Para comemorar data tão importante, seja em sua vida como na de tantas pessoas impactadas pelo seu trabalho pastoral, uma celebração eucarística será realizada hoje, às 19 horas, na Capela Nossa Senhora das Graças, comunidade Trilha do Senhor (Rua Mal. Rondon nº 313, entre as ruas Eduardo Garcia e Paula Ney), onde o sacerdote católico realiza um trabalho junto à comunidade há quase 20 anos.

Pe. Marco Passerini (à direita, com detalhes verdes) com pe. Bernardo Redentorista, colaborador da Pastoral Carcerária. Foto: divulgação

Confira depoimentos que foram enviados à Pastoral Carcerária do Ceará sobre seus 55 anos de sacerdócio:


“Parabéns padre Marco pelos seus 55 anos de ordenação! Precisamos de mais pessoas como você, que faz a diferença, dentro e fora da igreja. O trabalho feito pelo senhor na PCr do CE é fundamental, construindo uma base que está engajada na luta contra as violações de direitos que ocorrem nas prisões do Estado e ao lado das e dos familiares e egressos. Agradeço em nome da Pastoral Carcerária Nacional a sua dedicação e força, para se manter firme em uma missão tão difícil, mas tão bela como essa.”

Ir. Petra Pfaller, Coordenadora da Pastoral Carcerária Nacional.

Aniversário de 80 anos do sacerdote Comboniano. Foto: divulgação

“55 anos de doação de vida! Pe. Marco é o porto seguro da Pastoral Carcerária. Incansável, mesmo com a saúde comprometida. Perseverante, mesmo diante do recrudescimento da injustiça. Forte e determinado na defesa de Jesus abandonado nos cárceres do Ceará. Mas, muito mais que tudo, é o reflexo da misericórdia de Deus que alcança tantos vulneráveis e transborda em nós, agentes de Pastoral e na nossa missão. Te amamos pe. Marco! Louvamos a Deus pela grande graça que é trabalhar sob sua cuidadosa benção. Que Deus lhe conceda muitos mais anos de serviço ao povo de Deus mais sofrido.”

Ruth Leite Vieira, Coordenadora da Pastoral Carcerária Regional NE I - CNBB.


Pe. Marco Passerini na comunidade Trilha do Senhor, em Fortaleza (CE), onde exerce serviço pastoral há cerca de 20 anos. Foto: divulgação

"Só gratidão ao querido pe. Marco Passerini por toda sua dedicação à nossa comunidade, pelo exemplo de coragem, resistência, fé, vida, doação, inquietações, provocações, bons conselhos e compaixão. Ele muito nos ensina através de palavras e gestos concretos, os quais nos levam a enxergar o ser humano, sobretudo o menos favorecido como presença viva de Jesus, e que ser igreja é dar continuidade ao projeto Dele. Somos privilegiados em tê-lo como amigo e irmão de caminhada. Obrigada, muito obrigada por tudo que o senhor representa para nós!"

Cássia Laurindo Sales, da comunidade Trilha do Senhor.


“Marco Passerini é um profeta moderno que chegou ao Brasil de barco, como os antigos apóstolos chegavam a Roma. O tempo de Marco Passerini é o do hoje, o momento exato do direito. Criando instituições, como os centros de defesa que implantou no Maranhão e no Ceará, ou animando grupos, como a Pastoral Carcerária, Marco dissemina a ética, onde a caridade se traduz em efetivação de direitos. Mais que um orientador espiritual, Marco Passerini é uma pessoa que vive e transborda sua fé com obras humanas. Para ele, igreja é gente e prescinde de prédios ou palácios. Marco é uma testemunha de Deus na terra. É a partir deste marco humano que alimentamos cotidianamente nosso ideal de partilha e fé.”

Rui Rodrigues Aguiar, Chefe do Escritório do UNICEF em Fortaleza.


Pe. Marco Passerini é agraciado com o título de Cidadão Cearense. Foto: divulgação

"Padre Marco é um valioso missionário que sempre está à frente do seu tempo. No tempo do seu pastoreio, na região do Grande Bom Jardim, desde 89 até os anos 2000, queremos destacar dois importantes feitos: trabalho em área pastoral, ou seja, pensar a vida pastoral em rede de comunidades, e não como paróquia; e segundo, contribuir efetivamente para a fundação do Centro de Defesa da vida Herbert de Souza. Sua história está sempre ligada à construção coletiva dos processos.”

Lúcia Albuquerque, Coordenadora Executiva do Centro de Defesa da Vida Herbert de Souza - CDVHS.


Avental símbolo dos 50 anos de ordenação de Passerini. Foto: divulgação

"É uma grande alegria falar, nesse momento, e me congratular com pe. Marco Passerini, um grande amigo. É um padre italiano, como eu, a gente se conheceu aqui no Brasil há muito tempo. Sempre nós temos no padre Marco uma referência de pessoa humana, de sacerdote, de pessoa que é igreja em saída, porque sempre se coloca a serviço das pessoas mais necessitadas, dos mais desprezados. Nesses seus 55 anos de padre, nós agradecemos a Deus por trabalharmos juntos e sermos grandes amigos. Seu exemplo nos ajuda a continuarmos nessa caminhada, que é muito bonita e importante, mas não é sempre fácil. Então você, para nós, é uma força, uma luz. Obrigado.”

Pe. Lino Allegri, da Pastoral do Povo da Rua da Arquidiocese de Fortaleza.


"Padre Marco é a força. É a presença necessária. Um missionário de ontem e de hoje. Um homem pra frente. Tem a palavra certeira. Traz com ele uma memória que quem escuta entende o agora. Sabe muito! É um companheiro, é um amigo. Marco, saúde! Dias bons. Dias serenos. Te queremos muito no meio de nós. Gratidão por tantos anos de dedicação, amor e solidariedade."

Francisco Vladimir, Jornalista.


“Desde que o conheci, passei a admirá-lo pela sua luta, sua garra e coragem de enfrentar as forças policiais e denunciar toda forma de opressão. Padre Marco marca a vida de qualquer um que cruza o seu caminho, um caminho missionário, profético, evangelizador, realçando aqui a sua missão na Pastoral Carcerária. Padre Marco, que o Senhor continue cuidando bem de você e lhe conceda saúde. Sinto-me feliz por estar tendo essa oportunidade de estar comemorando com todas as pessoas que o amam, que o admiram, os seus 55 anos de sacerdócio.”

Stela Accioly, amiga.

Dona Francisca, Coordenadora da Pastoral Carcerária de Sobral.

Igor Barreto, Defensor Público do Estado do Ceará, Comarca de Sobral.


215 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page