• PastoralCarcerariaCE

Agenda Nacional pelo Desencarceramento cobra posicionamento sobre agressão a manifestantes no Ceará




144 entidades que compõem a articulação da Agenda Nacional pelo Desencarceramento, de todas as regiões do país, enviaram hoje (24/nov) ofício ao governador do Ceará, Camilo Santana, e ao Secretário de Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque, cobrando providências imediatas para apurar a brutalidade policial, o abuso de poder e as prisões arbitrárias executadas pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar do estado do Ceará durante manifestação pacífica realizada pela Frente Estadual pelo Desencarceramento do Ceará no dia 20 de novembro de 2020 na cidade de Fortaleza.


As imagens chocantes da truculência do choque durante a manifestação revelam a face mais perversa do racismo e da criminalização contra familiares de pessoas privadas de liberdade, em sua ampla maioria mulheres negras que moram em regiões periféricas, onde o Estado só se faz presente por meio da repressão e violência policial.


Leia também:

Blog Escrivaninha: Repressão à manifestação foi completamente incompatível com Estado de Direito


Nota de repúdio contra agressões sofridas durante manifestação do Dia da Consciência Negra


Essa situação não é um caso isolado. Apesar da Constituição Federal assegurar a todos/as os/as cidadãos/ãs o direito fundamental à liberdade de expressão e de manifestação, este direito é sistematicamente negado a familiares de pessoas encarceradas, que sofrem toda sorte de ameaça e represália quando se mobilizam e buscam seus direitos.


BASTA!


Nós, familiares, amigas/os e defensores de direitos humanos estamos mobilizadas por todo Brasil e repudiamos veementemente a criminalização ou qualquer outro tipo de represália contra as manifestantes ou seus/suas familiares presos/as e exigimos um posicionamento do governador do Ceará sobre os graves fatos ocorridos no dia 20 de novembro!


@camilosantanaoficial @desencarcerace @sapceara


#SerFamiliaNãoÉCrime #Racismo #ConsciênciaNegra

37 visualizações0 comentário

Pastoral Carcerária do Ceará

Avenida Dom Manuel, 339, centro.

CEP 60.060-090. Fortaleza - Ceará

Fone: (85) 3388 8718 | pastoralcarcerariaceara@gmail.com

  • Black Facebook Icon
  • Twitter